DHA pode ajudar na gestação de bebês saudáveis e reduzir partos prematuros

5 de junho de 2018

omega 3

A gestação é um período de grande alegria mas que inspira cuidados, principalmente para garantir a saúde da mãe e do recém-nascido. Para passar tranquilamente por esta fase, além da alimentação balanceada, estudos de universidades conceituadas apontam que a suplementação com ácidos graxos da classe dos ômega 3 pode ajudar mães e bebês.

"A alimentação saudável, rica nos mais diversos nutrientes, é importante em todas as fases da vida. Na gestação, ela é especialmente importante, e a gestante deve fazer o acompanhamento pré-natal para os devidos exames regulares e suplementações, para buscar garantir ao máximo sua saúde e do bebê. Nesse período, já é unânime a importância da suplementação com ácido fólico, com base em uma variedade de pesquisas que mostram que esse cuidado reduz significativamente a incidência de uma má-formação fetal. Já a suplementação com ômega 3 (ômegas-3 de cadeia longa EPA e DHA) como OmegaPURE e OmegaPURE DHA durante a gestação já começa a ganhar cada vez mais notoriedade, ao mesmo tempo em que importantes centros de pesquisa divulgam resultados animadores sobre sua importância para essa fase da vida", atesta a Dra. Maria Inês Harris, consultora científica da Biobalance.

Pesquisa realizada no prestigiado Centro Médico da Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, mostrou no final de 2016 que a ingestão destes ácidos graxos pode ajudar na gestação de bebês mais fortes e reduzir significativamente partos prematuros.

"Para chegarem a essa conclusão, os cientistas estudaram 300 futuras mamães, escolhidas aleatoriamente. Metade delas foi suplementada durante o final da gravidez com 600 mg diários de DHA. Já as outras receberam um placebo para fazerem parte do grupo de controle. Durante as observações, verificou-se que as gestações do grupo suplementado foram mais longas, com uma média de tempo de gestação acima de 34 semanas, resultando em uma menor incidência de partos prematuros. Os recém-nascidos das mamães que receberam a suplementação também nasceram mais fortes, e com peso maior, quando comparados aos bebês das mães que receberam o placebo", afirma a Dra. Paula Castilho, nutricionista consultora da Biobalance.

Já pesquisa realizada pela Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, envolveu 350 mulheres gestantes afro-americanas. Uma parte delas recebeu a suplementação com o DHA e, a outra, placebo. Os pesquisadores notaram que as mulheres que receberam o DHA, e que viviam em ambientes urbanos e de baixa renda, relataram níveis mais baixos de estresse e níveis mais baixos de hormônios ligados ao estresse durante o terceiro trimestre de gestação. A conclusão dos pesquisadores foi que a suplementação pode ser um método para atenuar os efeitos do estresse das mães no final da gravidez.

"O DHA durante a gestação oferece benefícios tanto para a gestante, com redução do nível de estresse e melhora nos níveis de cortisol, como para o feto, sendo um importante fator de desenvolvimento de uma gestação saudável", afirma a Dra. Maria Inês Harris. "Com ele, observa-se melhora no desenvolvimento neuronal dos fetos e das crianças cujas mães foram suplementadas durante a gestação, além de se perceber redução de partos prematuros e melhora no sistema imunológico da criança", acrescenta.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é importante que no mínimo 1 a 2% do total de energia diária consumida seja de ácidos graxos insaturados, sendo recomendado que cerca de 6 a 11% sejam ômega-3 de cadeia longa (EPA + DHA). Isso corresponde a um consumo, pelo menos, duas vezes por semana, de peixes gordurosos como sardinha e salmão.

"No dia a dia, acabamos ingerindo grande quantidade de ômega-6, principalmente pelo consumo de óleos vegetais como óleo de soja e óleo de oliva. Essa desproporção entre os ômega-3 e ômega-6 leva o organismo a um status de quadro inflamatório crônico. A ingestão de grandes quantidades de peixes como o salmão ou o atum, por exemplo, fornece ômega-3 em uma quantidade considerável, mas também fornece ômega-6, de forma que para retomar o equilíbrio entre os dois tipos de ômegas, faz-se realmente necessária a ingestão de ômega-3 na forma de suplemento purificado contendo apenas EPA e DHA", afirma a Dra. Maria Inês Harris, Consultora Científica daBiobalance.

OmegaPURE é o suplemento com a maior concentração e alta pureza de ácidos graxos ômega 3 já registradas no Brasil. Além do teor superior a 90%, a linha OmegaPURE apresenta zero colesterol, zero gorduras saturadas e zero gorduras monoinsaturadas. A tecnologia gastrorresistente, aplicada à menor cápsula do mercado, assegurando um maior conforto gástrico porque impede refluxo com odor de peixe – uma queixa bastante comum de quem consome ômega 3 em cápsulas convencionais. As cápsulas de tamanho reduzido são de fácil deglutição, permitindo seu consumo de forma confortável também por crianças e idosos.

Sobre a Biobalance Natural Immune Support – A linha Biobalance visa promover saúde e bem-estar, através de produtos inovadores, naturais e de alta qualidade, que tenham por finalidade estimular as defesas naturais e o equilíbrio fisiológico do corpo humano. Suas linhas, encontradas exclusivamente nas farmácias de manipulação, abarcam OmegaPURE® e OmegaPURE DHA® que têm a maior concentração de ômega-3 na menor cápsula do mercado, e EctoPURE®, cremes calmantes de uso tópico que auxiliam na redução de processos inflamatórios da pele, sem o uso de corticoides. Para saber mais acesse o site, FB e Instagram. SAC: sac@biobalance-nutraceuticals.com ou 0800-771-8438.
Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

0 comentários:

Postar um comentário

Eu fico muito feliz com o seu comentário.
Gentileza gera Gentileza.
Deixe o link do seu blog para que eu possa visita-la também.
Andréia Sales



Subir

Siga a gente no Instagram @MaeVaidosa