Concurso Cultural "Nunca quis um marido sempre quis um companheiro"

17 de outubro de 2017



Que delícia!!! A gente A-D-O-R-A um concurso cultural por aqui e estamos loucas para ver as respostas de vocês!! Bora exercitar a criatividade mulherada!!!!

Para participar é muito fácil: Basta responder nos comentários aqui deste post, a pergunta: "QUAL A PRINCIPAL DIFERENÇA ENTRE UM MARINHO E UM COMPANHEIRO?"
A resposta mais criativa vai ganhar 1 exemplar autografado + prêmio surpresa MUITO legal!
Não fique de fora! Você pode postar quantas respostas quiser!

O resultado sai dia 17/11!

E quer conhecer um pouquinho mais sobre o livro?! Leia um trecho abaixo:

"Lançado dia 14.10.17, pela Giostri Editora, o livro é um relato verdadeiro e divertido, escrito enquanto a autora vivenciava sua delicada fase de separação. 
Após um casamento de 10 anos, com duas filhas pequenas, sem condições financeiras nem grandes perspectivas
para o futuro, Bruna foi fortemente incentivada por suas amigas e leitoras a contar a experiência do divórcio tal
qual como foi para ela.
A autora consegue narrar, de forma leve, bem humorada e com uma linguagem de fácil compreensão, como 
ultrapassou aquelas que considera as fases mais importantes de um divórcio, incluindo os medos, culpas e
inseguranças."



"Quando pisquei, não tinha mais bebê em casa, tenho agora duas mocinhas. E uma enorme vontade de voltar a 
pensar em mim, de fazer as pazes comigo, afinal, sinto saudades da época que eu era minha amiga, minha cúmplice,
da época que eu não me martirizava e me punia feito uma tirana, uma criminosa. É esta a palavra: criminosa. Sinto-me
uma bandida da pior espécie por estar com vontade de dar um pulo num barzinho hoje, uma noite linda de terça feira, 
verão, deve estar uns 23 graus lá fora, queria tomar uma cervejinha, rir com os amigos, sabe, aquelas coisas que eu 
costumava fazer antes de...é, muito tempo atrás.
Mas é um crime? É um crime sentir saudade? É um crime querer ver a vida lá fora? É um crime querer comprar uma
sandália de couro vermelha, de salto alto? É um crime deixar de amar alguém? Querer recomeçar?
Sim. Quando se é mulher e, principalmente mãe, isso tudo é um crime gravíssimo."


Mãe Vaidosa
LEIA MAIS

Lançamento do livro "Nunca quis um marido sempre quis um companheiro"

Mães vaidosas queridas!
No último sábado, dia 14 de outubro, aconteceu na Casa das Rosas, em São Paulo, o lançamento do meu primeiro livro "Nunca quis um marido sempre quis um companheiro"!
O evento foi lindo!! E o livro é o primeiro de vários que ainda pretendo escrever nessa vida, se o Universo e DEUS, me permitirem!
Recebi a família, amigos queridos e algumas leitoras amadas e eu não poderia estar mais feliz!

 Ah! O amor! Não tenho como agradecer tanto carinho!
 As várias gerações da família Stamato!
 O livro é meu terceiro filho! E eu o escrevi com a alma, para ajudar outras mulheres que estão passando por essa fase tão delicada de divórcio, a perceberem que o casamento acaba, mas a vida não!
Adorei conhecer essa mulherada linda!!!


 Que emoção gente!!!!


E o livro não está lindo?!


"O livro é um relato verdadeiro e divertido, escrito enquanto a autora vivenciava sua delicada fase de separação. 
Após um casamento de 10 anos, com duas filhas pequenas, sem condições financeiras nem grandes perspectivas
para o futuro, Bruna foi fortemente incentivada por suas amigas e leitoras a contar a experiência do divórcio tal qual como foi para ela.
A autora consegue narrar, de forma leve, bem humorada e com uma linguagem de fácil compreensão, como ultrapassou aquelas que considera as fases mais importantes de um divórcio, incluindo os medos, culpas e inseguranças."


 "Quando pisquei, não tinha mais bebê em casa, tenho agora duas mocinhas. E uma enorme vontade de voltar a 
pensar em mim, de fazer as pazes comigo, afinal, sinto saudades da época que eu era minha amiga, minha cúmplice,
da época que eu não me martirizava e me punia feito uma tirana, uma criminosa. É esta a palavra: criminosa. Sinto-me
uma bandida da pior espécie por estar com vontade de dar um pulo num barzinho hoje, uma noite linda de terça feira, 
verão, deve estar uns 23 graus lá fora, queria tomar uma cervejinha, rir com os amigos, sabe, aquelas coisas que eu 
costumava fazer antes de...é, muito tempo atrás.
Mas é um crime? É um crime sentir saudade? É um crime querer ver a vida lá fora? É um crime querer comprar uma
sandália de couro vermelha, de salto alto? É um crime deixar de amar alguém? Querer recomeçar?
Sim. Quando se é mulher e, principalmente mãe, isso tudo é um crime gravíssimo."

Quero agradecer novamente, à minha amiga Andreia Sales, idealizadora desse blog maravilindo que eu tanto amo, porque foi aqui que eu comecei a compartilhar com o mundo as minhas ideias e daqui saiu a grande parte do incentivo para escrever o livro e tantos outros textos!
Agradeço muito também à Raquel Sales, da Afecto Inbox, que me mandou essas rosas lindas para deixar o meu dia ainda mais especial! Gente, vocês precisam ver o Instagram da Afecto! Só rosas maravilhosas, de todas as cores! E eles entregam em qualquer lugar de São Paulo! Eu super recomendo pois as rosas são naturais e um presente sem dúvidas inesquecível!

O look é da Amey Clothing, e as meninas são umas queriiiiidas, só tem roupas maravilhosas!

Beauty ficou por conta da linda e talentosa Gabi Bairros, que me deixou com o cabelo de capa de revista e fez a make do jeitinho que eu queria!

Agradecimento especial também ao Bela Cintra Flat Residence que recebeu tão bem à mim e à minha equipe e toda a nossa bagunça! rsrs
E por falar em EQUIPE, não posso deixar de agradecer ao meu grande amigo, RP, stylist e multitarefas, Dree Miller! Que sorte a minha, por ter você na minha vida!


As fotos maravilhosas foram feitas pelo fotógrafo IVAN STAMATO, que por sinal é meu primo e não é por coincidência, uma vez que os Stamato têm uma certa aptidão para artes em geral, literatura, cinema e fotografia! :) 
E não tenho palavras para expressar toda a minha gratidão ao meu amor, companheiro e parceiro de vida, pelo apoio incondicional e à minha mãe e filhotas por estarem sempre comigo e acreditarem em mim.
Não foi fácil chegar até aqui, mas também não foi impossível, aliás, o "impossível", é apenas questão de ponto de vista... Por tanto, nunca deixe que ninguém te diga o que você pode ou não fazer. Nós somos capazes de muito mais coisas do que sequer imaginamos!
;) 
Obrigada equipe da Giostri Editora, pela confiança no meu trabalho!
E obrigada DEUS, por permitir que tudo isso acontecesse!

E se você se interessou pelo livro, pode adquiri-lo através do link abaixo e fiquem ligadas porque teremos um concurso cultural MARA valendo 1 livro + prêmio surpresa!!!

Compre online e a partir do dia 31.10 em todas as lojas físicas das principais livrarias do país:

SARAIVA
LIVRARIA CULTURA
GIOSTRI EDITORA


Até a próxima! 
BEIJOS!

Bruna Stamato
www.brunastamato.com.br



LEIA MAIS


Subir

Siga a gente no Instagram @MaeVaidosa