Vida saudável e os benefícios a sua saúde

15 de agosto de 2017

Uma vida saudável é seguramente o maior desejo de todos nós. Afinal, sem saúde a vida altera radicalmente o seu significado. O melhor caminho para se sentir feliz, enérgico e saudável no futuro é levar uma vida feliz, enérgica e saudável no presente. Os benefícios e os prazeres produzidos são simultaneamente imediatos e a longo prazo.

Estamos cada vez mais a caminhar numa direção, onde as pessoas se apercebem, finalmente, que ser saudável é muito mais do que não estar doente.

Não podemos permitir que a vida passe por nós sem que a vivamos com energia e estímulos que nos transmitam felicidade. Devemos tornar a vida apetecível e estimulante, bastando para isso, que tenhamos uma postura assertiva, ativa e participativa perante a mesma.

Muitas vezes, não conseguimos deter o trajeto da vida. Pese embora esse facto, a vida também é fruto das nossas atitudes e comportamentos. Nós somos, por isso, o resultado das nossas vivências.

Como ter uma vida saudável?

Debrucemo-nos, primeiramente, sobre a questão: o que é ser saudável? Segundo a organização Mundial de Saúde (OMS) saúde é “o bem-estar físico, mental e social, mais do que a mera ausência de doença…”. Ou seja, ser saudável não é apenas a ausência de doença, mas essencialmente o bem estar físico e mental do indivíduo. Não é por acaso que a OMS define a saúde desta forma, dando à palavra um significado muito mais abrangente do que apenas o simples antônimo de doença.

Ainda que a saúde apareça, naturalmente, associada à palavra medicina, esta vai muito para além do significado que, muitas vezes, o senso comum lhe atribui, associando-a apenas, normalmente à medicina curativa. A medicina é, todavia, bem mais do que isso, pois a sua preocupação maior é a prevenção de doenças.

Os médicos estão conscientes que a prevenção é fundamental num sistema de saúde que se quer “saudável”.

O estilo de vida das pessoas, a má alimentação, o stress, entre outros fatores, estão a contribuir, fortemente, para agudizar os problemas. Poderíamos citar, como exemplos, a diabetes e a hipertensão arterial, doenças muito associadas aos hábitos das populações modernas.

Muitos dos problemas que a medicina moderna ajuda a solucionar poderiam ser, facilmente, evitados se fossem seguidas algumas das recomendações essências à prática de um estilo de vida saudável.

Mudar hábitos e condutas é imperativo e inadiável. Não queremos dizer com isto que devamos seguir à risca, todas as regras para uma vida saudável, como se tratasse de um plano rígido, penoso e até castrador para as pessoas. A vida deve ser vivida com intensidade e com prazer pelo que nunca devemos tornar-nos em meros aprisionados a atitudes/ comportamentos que não obstante serem mais saudáveis, seriam simultaneamente penosas e limitadoras.

A vida é feita de opções. Tome as suas em consciência, encontre o equilíbrio entre os prós e contras dos seus gostos pessoais, rumo a uma vida mais saudável e sem esquecer em última análise, que é a sua qualidade de vida que pretende melhorar.

Alimentação e exercício físico 

Viver saudável também está nas nossas mãos. Não julguemos que podemos comer quantidades excessivas de açúcar todos os dias e que caso um dia, venhamos a padecer de diabetes será, meramente, uma questão do destino e de má sorte. Não podemos julgar que estando sujeitos, diariamente, a elevadas doses de stress e de forma persistente não pagaremos um dia um elevado preço por isso. Não achemos que podemos ser fumadores durante anos e não colheremos problemas respiratórios e uma degradação da nossa qualidade de vida.

As nossas atitudes fazem-se refletir mais tarde ou mais cedo na nossa saúde.

Obviamente, a nossa atitude perante a vida é um fator determinante para a tornar mais saudável. Pense a vida pela positiva e sinta-se bem consigo próprio antes de qualquer atitude.

Pelo menos, tenha em atenção duas coisas importantes. Em primeiro lugar a nutrição. Uma boa alimentação, pode fazer muito mais pela sua saúde do que aquilo que imagina. Nutrição e vida saudável são conceitos indissociáveis.

Em segundo lugar o exercício físico. Este, desde que efetuado da forma adequada, pode também melhorar imenso a sua saúde e bem estar, contribuindo assim para uma melhor qualidade de vida.

Pense no exercício físico como algo positivo e relaxante e não como algo rígido e “que tem de ser”. Descubra qual a atividade que mais gosta e perceba os benefícios que ela lhe pode proporcionar.

Mude apenas estes dois fatores e descubra uma vida mais saudável.

E para te ajudar preparei um post sobre como ter uma alimentação saudável , bastam clicar nesse link.

Benefícios de uma vida saudável

Os benefícios de uma vida saudável são inúmeros para as pessoas. Não será, por isso, necessário descreve-los com exaustão, pois todos nós sabemos o quanto é gratificante sentirmo-nos saudáveis ou, então, pelo contrário o quão penoso é sentirmo-nos doentes.

No entanto, os benefícios de uma vida saudável não se ficam por aqui. Os custos com a saúde são cada vez mais incomportáveis para as pessoas, seja de uma forma direta ou indireta através dos seus impostos que são canalizados para o Serviço Nacional de Saúde.

Há estudos que demonstram, claramente que por cada euro investido em prevenção, poderemos ter um substancial retorno em poupança com os tratamentos curativos de saúde.

Ou seja, a prioridade do investimento deveria ser canalizada para a prevenção das doenças. Por outro lado, os custos sociais e econômicos acarretados pelas doenças ao nível do absentismo no emprego, entre outros, têm um peso bastante significativo, com crescentes despesas em proteção social.

Então depois dessa explicação com certeza vocês querer mudar não é mesmo, e para te convencer que realmente uma alimentação saudável é a melhor escolha vou deixar um post sobre uma carta de um metabolismo lento, clique aqui .

Mudar não é fácil mas se queremos conseguimos, nesse link vocês vão poder entender porque ter uma vida saudável.


Preparados para mudar?
LEIA MAIS

Atualizando o currículo: MÃE

14 de agosto de 2017



Eu já tive vontade de dizer em uma entrevista de emprego, logo depois que tive minha primeira filha: "Hey...você pode confiar em mim! Eu sou MÃE! M.Ã.E, sabe? Eu preciso desse emprego, eu preciso desse dinheiro, eu sou responsável por um ser humano pequenininho...eu não vou faltar por qualquer motivo, eu vou levar a sério!"
Porque eu queria muito expor minhas recém adquiridas qualidades extraordinárias, como por exemplo, meu novo senso prático de organização super rápida ou minha capacidade de conversar com 2 ou 3 pessoas simultaneamente, sem perder o foco. 
Eu queria que meu recrutador soubesse que eu penei muito para estar ali sentada naquela cadeira, com a roupa perfeitamente passada e sem cheirar a leite e papinha de bebê, às 9:00 hrs da manhã em ponto de uma terça feira. (Por favor não olhe pra minha unha! Não olhe!) Que para isso acontecer, eu tive que mobilizar a família inteira...Eu troquei de roupa 2 vezes porque eu tomei uma bela golfada da minha filha, na primeira...
Eu saí atrasada, correndo que nem uma louca e eu estava com um chinelo na bolsa, que pretendia colocar assim que deixasse o prédio... 
Que a minha aparente tranquilidade exterior é fruto do meu auto controle, e acredite querido, eu tenho MUITO alto controle. Caso contrário, meu marido já estaria enterrado no quintal, minha cadelinha estaria sem as cordas vocais, eu teria desinstalado o interfone E a campainha, e provavelmente já teria sido internada num hospício ou estaria trabalhando de dançarina em Dubai...
"Então, meu chapa, pode confiar! Eu driblei tudo e principalmente, à mim mesma, para estar concorrendo a esta vaga hoje..."

Claro, que quando ele começou a perguntar a idade da minha filha, com quem ela ficava e o que eu faria em caso de emergência com ela, minha vontade foi de mandar minha ilegítima "tranquilidade" pra PQP e responder "CARA! VOCÊ NÃO TEVE MÃE, NÃO?!! É ÓBVIO QUE EU VOU LARGAR ESSA MERDA DESSA EMPRESA E VOU VOANDO PRA VER O QUE ACONTECEU COM A MINHA FILHA!"
E mal sabia ele, que não precisava ser um incêndio de proporções gigantes, bastava me ligarem dizendo que a tosse aumentou ou que ela estava se queixando de dor de cabeça...
Mas me mantive "SERENA", a esta altura já começando a bater uma das pernas e querendo roer a unha e prossegui, monossilábica.

A entrevista estava demorando mais que o normal ou eu que já havia perdido toda a santa paciência?! "Tá na hora da papinha doce...será que vão lembrar de dar à ela?!" era o que consumia a minha mente consciente no momento que ele me perguntou sobre viagens a trabalho... Acho que não consegui manter o meio-sorriso-amarelo-automático que eu tanto tinha treinado dias antes...
"Viagens esporádicas, né?! Sem problemas!", e nessa hora, por questões de segundos, minha mente produziu um cena linda: Euzinha, terminando o almoço de negócios com os clientes, em Fortaleza, e indo tomar umas margaritas na praia para comemorar o sucesso! Fui interrompida deste sonho, com meu recrutador chamando meu nome com muita...ênfase! E dizendo "Não tão esporádicas assim, uma vez que a vaga é para o setor interno de vendas no atacado."
VENDAS NO ATACADO?! Eu só li "vendedora dinâmica", no anúncio que a vizinha da minha tia me mandou! E...mais dinâmica do que eu, hoje em dia...DU-VI-DO, meu amor! 
Eu levanto várias vezes por noite, faço mamadeira ainda dormindo, canto de vez em quando, volto a dormir, acordo às 7, vou estender a roupa que deixei de molho a noite, coloco feijão de molho, vou ao mercadinho, padaria, açougue...volto, faço o almoço (para os outros! porque eu mesma quase nem tenho tempo de comer, e confesso, nem muita vontade, às vezes), vou brincar...SIM! Desculpa, benhê! EU BRINCO de boneca! Porque é o único jeito da minha filhinha parar de me chamar incessantemente...Depois que eu brinco, vou dar banho nela, papinha da tarde...hora da soneca seria um sonho ou lenda?
Enfim, arrumo tudo, passo aspirador em todos os cômodos, pano com desinfetante pra não dar alergia na bebê...oops, esqueci da farmácia! E de pegar o terno na lavanderia, que o marido pediu.
Eu volto, (ufa!), e já nem sei mais qual é o meu nome completo, porque a bebê tá chata, irritada com dentinho nascendo, irritada porque não dormiu de tarde...mas eu? Moço, eu não POSSO ficar irritada. Mães NÃO TÊM ESSE DIREITO!
Afinal, como meu marido adora dizer "NÃO FOI VOCÊ QUE QUIS?!AGORA AGUENTA". Pois é. Eu quis mermo...eu quis MUITO ser mãe, agora,tenho que guentar!
Quando vejo, tá na hora de recolher a roupa do varal...são quase 6:45 e a bebê enfim, pegou no sono...na hora errada, droga! Lá se vai mais uma madrugada. Acordada. Bora...fui eu que quis, agora...guento!
Coloco a comida pra esquentar e por fim, consigo pegar meu celular pra mexer um pouquinho e com sorte, ligo o PC. Marido pegou trânsito, chefe na orelha o dia inteiro, reunião ruim. Chegou cansado...coitado! E...DO QUE É QUE EU RECLAMO, ENFIM?!
Se ele chega e eu estou sentada no sofá...bebê dormindo...casa cheirosa...comida fresca e eu no FACEBOOK!
Que vida maravilhosa e relaxante que eu tenho...Sabe QUANTAS queriam ter uma vida maravilhosa dessas que eu reclamo de "barriga cheia" (coisa que é mentira, porque como o Senhor pode ver, eu nem comi...). E no dia seguinte? Levantar um cadinho mais cedo, pois tenho roupa pra passar...
Deve ter gente querendo a minha vida. EU? Eu AMO a minha vida. Juro! Mas eu quero esse emprego!
Como o Senhor pode ver, eu trabalho pra caramba, dou conta de multi-funções, administro o lar como ninguém...tenho experiência em gestão de pessoas...não sou muito boa em delegar funções, mas aprendo rápido! Faço trabalho que muito marmanjo ia chorar. Hora extra? Sempre. Já tô acostumada...e sem remuneração e adicional noturno. Minha filha é uma criança educada, o Senhor pode ver se quiser! Então, isso nos leva a crer que eu sou uma boa líder. Sei conduzir meu pessoal. Marido também não ousa reclamar, afinal...
Estou apta para o cargo?
Ham? O que? MBA? Seria algo como Mãe Batalhadora e Animada?!! Ahhh!! Tenho!!! Tenho MBA sim! Fique tranquilo! Disposição é o que não me falta!
É que eu não coloquei aí no meu CV essa função, "Mãe".
Que por sinal, é a função mais cansativa, louca, linda e maravilhosa, dessa vida...

O emprego é meu?!


www.brunastamato.com.br



LEIA MAIS


Subir

Siga a gente no Instagram @MaeVaidosa