Dicas simples para fazer as energias fluírem em 2017

7 de fevereiro de 2017


Já estamos no segundo mês do ano. E se você continua com aquela sensação de que mudamos de ano, mas que nada mudou, então sugiro que você continue lendo esse artigo!
Uma reclamação muito frequente que escuto sempre dos meus amigos leitores é que eles têm a nítida sensação de que a vida, de repente, fica estagnada.
As coisas não andam, os relacionamentos não progridem e os projetos não saem do papel. Nosso primeiro é impulso é reclamar de tal situação, é conversar com os amigos e falar do assunto. Ficamos irritados e nos achando seres sem sorte.
E aí que mora o verdadeiro perigo: Quando falamos, enfatizamos o assunto, e isso atraí mais desde assunto pra nossa vida. O Universo não sabe ler nas entrelinhas e distinguir se estamos reclamando ou adorando, o Universo só capta a mensagem que enviamos e como um espelho, nos devolve de volta mais daquilo que recebe.  Então, se focarmos no problema, atrairemos mais desse problema e é assim que entramos na famosa “maré de azar”.
A maré de azar nada mais é que um período da vida em que algo pequenos de errado nos acontece e nós o transformamos em algo grandioso, damos muita importância à essas pequenas coisas e desta forma atraímos coisas negativas muito maiores, quando nos damos conta, virou uma boa de neve. A única pessoa que pode te tirar dessa maré, é você mesmo.
Pode parecer loucura o que vou te dizer, mas quero que você tente, sem pré – conceitos, apenas tente o que vou sugerir:
Em 1º lugar, não analise a situação como um todo, não dê uma panorâmica nos problemas, analise na ordem em que eles se apresentam. Qual é o próximo problema que você tem que resolver?
Comece a fazer uma lista dos prós e dos contras dessa situação conflitante.  “COMO ASSIM, PROBLEMA TEM PRÓS?”, tem! Por exemplo, uma situação de desemprego, onde você está muito angustiado, e só pensa “eu não consigo um emprego”, mas esse tempo livre pode estar servindo para outras coisas, tipo pegar os filhos na escola, ajudar nas tarefas domésticas ou estudar para um concurso...Tente achar pelo menos 1 ponto “positivo” da situação e foque em AGRADECER por ele! Agradeça ao tempo livre e por estar podendo ajudar alguém, e se ainda não o faz, tente ajudar alguém, pelo menos durante uma tarde, e sinta-se grato por esta oportunidade. Ajudar aos outros é uma excelente forma de ajudar a si mesmo.
Agora, ao invés de repetir “eu não consigo um emprego”, experimente repetir “eu quero um emprego!”. Foque no que você DESEJA conseguir e não no que NÃO quer para si. e quando tiver que falar com as pessoas sobre essa situação diga “Está tudo bem. Estou analisando as possibilidades.” Porque na maioria das vezes nessas situações que se prolongam além do que nos parece tolerável, é porque Deus ou as forças universais (chame como preferir), estão tentando nos mostrar algo, nos ensinar...nos dizer alguma coisa! E mesmo essas situações trazem consigo grande bagagem de aprendizado. Crises são ótimas professoras, aprenda com elas!
Então, procure algo pra ser grato hoje, agora!
O segundo passo é para enumerar os pequenos problemas, esses do dia - a – dia, que são quase imperceptíveis, mas que por isso mesmo os ignoramos e desse jeito não resolvemos nunca. Se proponha a resolver 1 desses problemas por dia. E vá riscando do caderno conforme for resolvendo. Faça isso durante 7 dias. Você verá que já é suficiente para que pequenas mudanças comecem a acontecer.
Como por exemplo: Trocar a lâmpada da área de serviço...comprar um varal novo. Limpar os sapatos. Organizar a gaveta de roupa íntima e jogar fora as contas velhas. Aliás, essa é minha terceira fica, aproveite para faxinar a casa e jogar fora tudo que é antigo! Contas antigas, fotos que não te servem mais. Quando nos livramos do velho, abrimos espaço para o novo! Acenda um incenso, coloque uma boa música, tome um copo de vinho e arrume as tralhas! Quando arrumamos os ambientes externos, fica muito mais fácil arrumar a mente, acredite! Você vai começar a se sentir bem melhor quando à medida que for vendo que consegue dar conta dos problemas e atingir a sua meta pessoal, que é eliminar 1 por dia.
Ter metas pessoais é minha quarta dica! Seja qualquer meta: Juntar dinheiro para uma viagem, trocar de geladeira ou comprar um novo par de sapatos. A mente humana trabalha bem com metas, o que não podemos é deixá-la correr solta à revelia. Porque aí perdemos o foco, o controle sobre a nossa própria vida e ficamos sujeitos a pensamentos ruins. Estabelecer uma meta irá te motivar. E a sensação de devem cumprido, de ter sido capaz de atingir essa meta é muito melhor do que a própria meta, em si!
Minha quinta dica parece óbvia mas, nem sempre é: NÃO FUJA DOS PROBLEMAS. Não os evite, não os jogue lá pra frente como um cheque pré datado que você não terá certeza se poderá cobrir o valor, porque isso só prolongará seu perrengue e sofrimento. Você vai perder noites, vai perder o apetite ou comerá de mais por ansiedade e vai refletir na sua saúde. 99% dos problemas são DIALOGÁVEIS. Claro que não é agradável fica em uma posição desfavorável para negociar uma dívida, por exemplo. Mas se faz necessário. E não ha mal algum nisso, todo ser humano vai, em algum momento da vida, atravessar uma crise. 10% do problema é a crise, os outros 90% são a forma que VOCÊ reagirá à elas.
VIVA O HOJE! Minha sexta e indispensável dica. Um dos maiores problemas da humanidade, é o excesso de ansiedade! É se culpar pelo que já passou e não podemos mudar e pelo que nem aconteceu ainda! E que não podemos afirmar que irá acontecer! Pois não sabemos o dia de amanhã...daqui há 20 minutos muita coisa já pode ter mudado... E essa é a magia da vida. O mundo muda e os problemas mudam também. Por tanto, temos que mudar nosso ângulo de visão, às vezes a sombra que o problema está fazendo é maior do que ele em si, como um ratinho que projeta a sombra de um monstro na parede. Mude o ponto de vista e você não enxergará mais a sombra.
Por fim, mude sua óptica sobre você. Não é porque vocêr não conseguiu da última vez que tentou, que você irá fracassar novamente. Você já é outra pessoa, uma pessoa em plena evolução, uma mente aberta, e se adotar novs maneiras de pensar e principalmente de AGIR, você com certeza irá descobrir também um novo mundo. Tudo depende da frequência que emitimos.
Como é possível modificar o nosso reflexo no espelho? A gente pode ir até o espelho, tentar mudar o reflexo com as mãos, mas só iremos conseguir se mudarmos a nós mesmos. Lembre-se disso!
Você é capaz!
Sucesso!
Bruna Stamato
LEIA MAIS

Como usar (e inovar!) peças do trabalho na balada, no shopping, nas férias...

6 de fevereiro de 2017

Às vezes nós, mulheres, ficamos malucas procurando o que usar no guarda roupas e não achamos! De repente, parece que não temos nada!! E isso acontece muito quando temos algum evento especial ou mesmo uma festa. Nosso ímpeto é correr pro shopping atrás do look perfeito, não é?! Mas calma! Tudo é questão de ponto vista (como sempre falo! *risos*). Às vezes a gente está tão condicionado a olhar para determinadas peças e pensar "Ah, isso é pro trabalho!" ou "Isso é formal demais!", e não conseguimos compor um visual diferente na cabeça. Por isso, hoje trouxe algumas sugestões para usarmos e abusarmos das peças mais formais, para criar looks bem modernos e casuais, para àquela balada...àquela festinha... Começamos então pela clássica camisa social branca. Ela é coringa e aposto que você tem uma! Já experimentou usá-la com shortinho jeans + salto, maxi colares e brincos, clucth, botinha? As combinações são infinitas!
E o terninho preto basicão de todo dia? Que tal olhar o seu com outros olhos e usá-lo para a noite, com um cropped rendado, ou com sainha preta + sandália e até mesmo vestido? Dá com jeans e tênis, short de cintura alta, e como a gente pode ver, dá pra fazer tanto um visual despojado quanto um mais "sexy"! Aposte nele! E a famosa saia - secretária?! Ou melhor, saia - lápis, atualmente?! Eu sou fã da peça! E do ano passado pra cá ela ganhou mesmo os corações das brasileiras! Foi estrela no inverno de 2016 e não saiu mais de moda. Tudo bem que ela ganhou ares moderninhos e uma bela repaginada, hoje encontramos esse modelo em todos os tecidos e prints imagináveis! Mas, pro trabalho a gente sabe que não rola. Então...vamos tirar agora mesmo a saia pretinha ou cinza e experimentá-la com TUDO!!!!
Temos outra peça saída do baú e que ganhou ares de estrela, a velha boca - de - sino agora é flare, toda linda e charmosa! Versátil que só ela, fica super bem com blazer e camisa social para compor o look formal da empresa e com cropped e acessórios ela fica charmosa e chic! O legal é que não há muita regra para usar esse modelo de calça, podemos usar com bota, peep toe ou sandália aberta, sem problema algum!
Que tal fugir do básico e tentar coisas novas? Às vezes você descobre um novo estilo pra chamar de seu! E o bolso agradece! ;) Bruna Stamato
LEIA MAIS

Como montar uma lancheira saudável e prática para seu filho

2 de fevereiro de 2017


Olá Amigas Vaidosas,

Hoje eu venho trazer pra vocês uma super dica de como montar a lancheira saudável e prática para seu filho aproveitando que alguns já voltaram a rotina escolar. Por aqui só na próxima semana e ainda estamos nos momentos finais dos preparativos que a a gente tanto ama, e esse ano com uma empolgação a mais pois o garotão aqui já vai para o primeiro ano. Jesus como passou rápido.

As aulas se aproximam e, com elas, a tarefa de montar a lancheira do seu filho. Este desafio exige fazer escolhas certas. Segundo a nutricionista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Patrícia Citelli Berger, é importante que a lancheira seja recheada de lanches saudáveis, atrativos, nutritivos e rápidos de preparar, equilibrando fontes de proteína, vitaminas, fibras e minerais, carboidrato e líquidos. “Os pais não podem desanimar e se render aos lanches prontos, pois são menos nutritivos, MAS não adianta insistir para o filho comer bem se os pais não dão o exemplo em casa”, ressalta a nutricionista.

Para uma lancheira ideal, os alimentos devem ser saudáveis e, ao mesmo tempo, do gosto da criança. “É importante envolve-los na montagem. Pedir a opinião desperta o interesse pelo alimento que ele irá ingerir”, diz. Variar os alimentos também é importante, pois levar sempre o mesmo alimento no lanche pode enjoar e desestimular a comer bem. Confira as dicas da especialista para montar a lancheira ideal para o seu filho:

  • Prefira as lancheiras térmicas, pois permitem um melhor acondicionamento dos alimentos e mantêm a comida mais fresca.
  • Abuse da variedade das frutas. além da maçã ou banana, outras também são práticas para o consumo, como laranja, mexerica, pera, uva, morango, manga, melão ou melancia. As frutas devem ser enviadas já lavadas e secas, em potes vedados, e podem ser picadas em formatos divertidos. Importante aproveitar as frutas da estação, além de mais saborosas tem melhor custo.
  • Incentive, desde cedo, a ingestão de líquidos, principalmente água mineral. Se preferir sucos naturais, congele o líquido em forminhas e coloque os cubos na garrafa térmica. A bebida irá descongelar aos poucos até a hora do lanche. Polpas ou sucos integrais livres de corantes, acidulantes, sódio e açúcar também são indicados.
  • Prefira pães ou biscoitos integrais, multigrãos, de arroz, mandioca, cenoura ou de milho ao invés de pães brancos, bisnaguinhas, bolachas recheadas e salgadinhos. Os pães podem ser preparados com ricota, queijo tipo cottage ou cream-cheese como base.
  • Petiscos são atrativos para as crianças. Queijos em cubos, tomate cereja e cenouras baby podem ser levados em um pote ou em formato de espetinho. Também são boas opções os biscoitos de polvilho, frutas desidratadas e mix de castanhas e cereais sem açúcar.
  • Seu filho gosta de bolos? Faça opções mais saudáveis e saborosas, como de cenoura, limão, coco, laranja e até o de chocolate (feito com cacau em pó). Se puder, troque a farinha de trigo refinada por integral, aveia ou biomassa de banana verde. O açúcar comum pode ser substituído pelo mascavo.
  • Se mesmo assim seu filho preferir o lanche do colega, procure saber o que o amigo costuma levar e inclua no cardápio da semana. Se forem guloseimas, combine o consumo a cada 10 ou 15 dias.
Espero que tenham gostado das dicas e tenho certeza que a garotada vai voltar com o pique total para a escola.
Fonte: Site: www.hpev.com.br
LEIA MAIS


Subir

Siga a gente no Instagram @MaeVaidosa