Atualizando o currículo: MÃE

14 de agosto de 2017



Eu já tive vontade de dizer em uma entrevista de emprego, logo depois que tive minha primeira filha: "Hey...você pode confiar em mim! Eu sou MÃE! M.Ã.E, sabe? Eu preciso desse emprego, eu preciso desse dinheiro, eu sou responsável por um ser humano pequenininho...eu não vou faltar por qualquer motivo, eu vou levar a sério!"
Porque eu queria muito expor minhas recém adquiridas qualidades extraordinárias, como por exemplo, meu novo senso prático de organização super rápida ou minha capacidade de conversar com 2 ou 3 pessoas simultaneamente, sem perder o foco. 
Eu queria que meu recrutador soubesse que eu penei muito para estar ali sentada naquela cadeira, com a roupa perfeitamente passada e sem cheirar a leite e papinha de bebê, às 9:00 hrs da manhã em ponto de uma terça feira. (Por favor não olhe pra minha unha! Não olhe!) Que para isso acontecer, eu tive que mobilizar a família inteira...Eu troquei de roupa 2 vezes porque eu tomei uma bela golfada da minha filha, na primeira...
Eu saí atrasada, correndo que nem uma louca e eu estava com um chinelo na bolsa, que pretendia colocar assim que deixasse o prédio... 
Que a minha aparente tranquilidade exterior é fruto do meu auto controle, e acredite querido, eu tenho MUITO alto controle. Caso contrário, meu marido já estaria enterrado no quintal, minha cadelinha estaria sem as cordas vocais, eu teria desinstalado o interfone E a campainha, e provavelmente já teria sido internada num hospício ou estaria trabalhando de dançarina em Dubai...
"Então, meu chapa, pode confiar! Eu driblei tudo e principalmente, à mim mesma, para estar concorrendo a esta vaga hoje..."

Claro, que quando ele começou a perguntar a idade da minha filha, com quem ela ficava e o que eu faria em caso de emergência com ela, minha vontade foi de mandar minha ilegítima "tranquilidade" pra PQP e responder "CARA! VOCÊ NÃO TEVE MÃE, NÃO?!! É ÓBVIO QUE EU VOU LARGAR ESSA MERDA DESSA EMPRESA E VOU VOANDO PRA VER O QUE ACONTECEU COM A MINHA FILHA!"
E mal sabia ele, que não precisava ser um incêndio de proporções gigantes, bastava me ligarem dizendo que a tosse aumentou ou que ela estava se queixando de dor de cabeça...
Mas me mantive "SERENA", a esta altura já começando a bater uma das pernas e querendo roer a unha e prossegui, monossilábica.

A entrevista estava demorando mais que o normal ou eu que já havia perdido toda a santa paciência?! "Tá na hora da papinha doce...será que vão lembrar de dar à ela?!" era o que consumia a minha mente consciente no momento que ele me perguntou sobre viagens a trabalho... Acho que não consegui manter o meio-sorriso-amarelo-automático que eu tanto tinha treinado dias antes...
"Viagens esporádicas, né?! Sem problemas!", e nessa hora, por questões de segundos, minha mente produziu um cena linda: Euzinha, terminando o almoço de negócios com os clientes, em Fortaleza, e indo tomar umas margaritas na praia para comemorar o sucesso! Fui interrompida deste sonho, com meu recrutador chamando meu nome com muita...ênfase! E dizendo "Não tão esporádicas assim, uma vez que a vaga é para o setor interno de vendas no atacado."
VENDAS NO ATACADO?! Eu só li "vendedora dinâmica", no anúncio que a vizinha da minha tia me mandou! E...mais dinâmica do que eu, hoje em dia...DU-VI-DO, meu amor! 
Eu levanto várias vezes por noite, faço mamadeira ainda dormindo, canto de vez em quando, volto a dormir, acordo às 7, vou estender a roupa que deixei de molho a noite, coloco feijão de molho, vou ao mercadinho, padaria, açougue...volto, faço o almoço (para os outros! porque eu mesma quase nem tenho tempo de comer, e confesso, nem muita vontade, às vezes), vou brincar...SIM! Desculpa, benhê! EU BRINCO de boneca! Porque é o único jeito da minha filhinha parar de me chamar incessantemente...Depois que eu brinco, vou dar banho nela, papinha da tarde...hora da soneca seria um sonho ou lenda?
Enfim, arrumo tudo, passo aspirador em todos os cômodos, pano com desinfetante pra não dar alergia na bebê...oops, esqueci da farmácia! E de pegar o terno na lavanderia, que o marido pediu.
Eu volto, (ufa!), e já nem sei mais qual é o meu nome completo, porque a bebê tá chata, irritada com dentinho nascendo, irritada porque não dormiu de tarde...mas eu? Moço, eu não POSSO ficar irritada. Mães NÃO TÊM ESSE DIREITO!
Afinal, como meu marido adora dizer "NÃO FOI VOCÊ QUE QUIS?!AGORA AGUENTA". Pois é. Eu quis mermo...eu quis MUITO ser mãe, agora,tenho que guentar!
Quando vejo, tá na hora de recolher a roupa do varal...são quase 6:45 e a bebê enfim, pegou no sono...na hora errada, droga! Lá se vai mais uma madrugada. Acordada. Bora...fui eu que quis, agora...guento!
Coloco a comida pra esquentar e por fim, consigo pegar meu celular pra mexer um pouquinho e com sorte, ligo o PC. Marido pegou trânsito, chefe na orelha o dia inteiro, reunião ruim. Chegou cansado...coitado! E...DO QUE É QUE EU RECLAMO, ENFIM?!
Se ele chega e eu estou sentada no sofá...bebê dormindo...casa cheirosa...comida fresca e eu no FACEBOOK!
Que vida maravilhosa e relaxante que eu tenho...Sabe QUANTAS queriam ter uma vida maravilhosa dessas que eu reclamo de "barriga cheia" (coisa que é mentira, porque como o Senhor pode ver, eu nem comi...). E no dia seguinte? Levantar um cadinho mais cedo, pois tenho roupa pra passar...
Deve ter gente querendo a minha vida. EU? Eu AMO a minha vida. Juro! Mas eu quero esse emprego!
Como o Senhor pode ver, eu trabalho pra caramba, dou conta de multi-funções, administro o lar como ninguém...tenho experiência em gestão de pessoas...não sou muito boa em delegar funções, mas aprendo rápido! Faço trabalho que muito marmanjo ia chorar. Hora extra? Sempre. Já tô acostumada...e sem remuneração e adicional noturno. Minha filha é uma criança educada, o Senhor pode ver se quiser! Então, isso nos leva a crer que eu sou uma boa líder. Sei conduzir meu pessoal. Marido também não ousa reclamar, afinal...
Estou apta para o cargo?
Ham? O que? MBA? Seria algo como Mãe Batalhadora e Animada?!! Ahhh!! Tenho!!! Tenho MBA sim! Fique tranquilo! Disposição é o que não me falta!
É que eu não coloquei aí no meu CV essa função, "Mãe".
Que por sinal, é a função mais cansativa, louca, linda e maravilhosa, dessa vida...

O emprego é meu?!


www.brunastamato.com.br



Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

0 comentários:

Postar um comentário

Eu fico muito feliz com o seu comentário.
Gentileza gera Gentileza.
Deixe o link do seu blog para que eu possa visita-la também.
Andréia Sales



Subir

Siga a gente no Instagram @MaeVaidosa