Primeiro dia do seu filho na escola? Saiba o que é preciso fazer para tornar esse período tranquilo

18 de fevereiro de 2016

A partir dos seis anos de idade, o seu filho deve ingressar na escola. Passar pelos portões da educação infantil é só a primeira etapa de um longo processo de aprendizagem que vai auxiliar os pequenos por toda a vida, mas que se inicia junto com o primeiro dia de aula.
Este momento é bastante delicado para toda a família, já que exige a instauração de uma nova rotina, novos hábitos e, principalmente o surgimento de expectativas que antes não existiam. Com tantas mudanças, se não houver tranquilidade nesta fase, seu filho poderá criar traumas que, dependendo do caso, jamais serão superados, e isso pode refletir em resistência à adaptação, dificuldade de aprendizado ou mau comportamento na sala de aula.
Algumas vezes, a ansiedade das mães chega a ser maior que a da própria criança. Nessa situação, os dois lados ficam despreparados para a hora da despedida, e acabam criando uma experiência negativa neste momento que deveria ser positivo para estimular as crianças a serem bons estudantes.
Para evitar os traumas, as mães, os pais e quem mais estiver envolvido com o dia a dia do seu filho precisa se acostumar com a ideia, e, a partir daí, oferecer suporte para a criança nessa hora. Veja só como se preparar de forma adequada antes, durante e depois, para o primeiro dia de aula do seu filho! Por isso a Alo Bebê, que concede produtos para o enxoval de bebê, se preocupa com este momento e preparou uma série de dicas que podem ser uteis para esta fase.

PARA AS MAMÃES
*Visite as opções
Sem essa de matricular o seu filho na escolinha que a vizinha indicou. Faça uma visita! As escolas recomendam e estão sempre abertas às visitas das mamães que procuram boas opções para suas crianças. Leve em consideração as necessidades do seu filho e garanta que o local será capaz de atendê-lo corretamente.
*Seja segura
É claro que não dá para confiar totalmente numa escola enquanto o seu filho ainda não começou a frequentá-la. Entretanto, no primeiro dia de aula, ao se despedir, tenha a certeza de que você escolheu o local que julgou como o mais adequado para cuidar do seu filho na sua ausência e mostre para ele essa segurança.
*Não fique triste
Muitas mães se sentem tristes ou culpadas por deixar suas crianças na escola, sejam elas menores de seis anos ou já na idade certa para as aulas. Esteja preparada para lidar com a dor da separação, pelo menos temporária, dos seus pequenos, e acostume-se a passar um tempo longe dele antes do início das aulas.
*Entre no ritmo
Alguns dias ou semanas antes do esperado momento você precisa planejar como será a nova rotina. Quem irá levá-lo e buscá-lo na escola? Será necessário contratar um serviço de van? Qual é o horário de entrada e saída? Precisa levar lanche? Quando a criança deve acordar? Leve em conta estas e outras perguntas para se organizar.
*Sem paranoia
Nada de ficar imaginando se a criança comeu, o que comeu, se machucou o joelho... A angústia só vai acabar na hora de buscá-lo na porta da escolinha. Enquanto isso, você deve focar no trabalho, marcar um almoço com as amigas ou fazer uma massagem relaxante. Se precisar, converse com outros pais ou procure grupos que discutam o assunto na Internet. Isso é muito mais comum do que parece.
*Saiba como foi
Na hora de finalmente buscar seu pequeno, converse com a professora e descubra como ele passou o dia. Você pode se surpreender com a resposta! Também pergunte para o seu filho sobre as impressões que ele teve no primeiro dia, ou, se ele ainda não souber falar, certifique-se que não houve alteração no comportamento ou machucados no corpo da criança.

PARA AS CRIANÇAS
*Converse sobre a mudança
Fale com seu filho sobre esta grande etapa da vida dele. Mostre-se contente e segura, converse sobre o que ele vai aprender, sobre a possibilidade de fazer novos amigos, sobre o horário das aulas, e deixe claro que esta é uma fase de crescimento, e não de abandono. Vale até mesmo contar para ele sobre a sua própria experiência!
*Envolva-o na compra do material
Comprar o material escolar costuma ser um momento muito prazeroso para os pequenos. É quando eles escolhem os personagens de sua preferência e se familiarizam com os objetos que vão estar presentes na nova rotina de estudos.
*Eles podem (ou não) chorar
É muito comum que as crianças surpreendam os pais na hora de cruzar os portões. Algumas choram demais e outras nem chegam a soltar uma lágrima sequer. Se a choradeira for inevitável, tente acalmar o seu filho e peça ajuda profissional, pois ele saberá o que fazer. Agora, se ele nem olhar para trás, fique feliz, pois você fez um ótimo trabalho na hora de prepará-lo para o ambiente escolar.
*Dê um lembrete do lar
Se a escola permitir, você pode entregar, pelo menos nos primeiros dias, um objeto que remeta a casa, o que vai deixá-lo mais tranquilo, principalmente se o seu filho ainda é um bebê. Uma manta, um brinquedo ou até mesmo um lanchinho preparado especialmente para ele pode confortá-lo durante a sua ausência.

Os professores estão aptos a lidar com situações frequentes que acontecem durante o período de adaptação escolar, tanto para as crianças quanto para os pais. Eles irão garantir que a experiência do primeiro dia de aula seja prazerosa, incentivando os pequenos a retornarem no dia seguinte e também estabelecendo conexões com pais, mães e responsáveis. Por isso, acredite no profissionalismo, e tenha certeza que qualquer caso fora do comum será imediatamente alertado por eles.
As recomendações para o primeiro dia de aula são bem mais emocionais do que práticas. É a prova de que a tranquilidade é a melhor opção não só para o primeiro, como para todos os anos que seu filho passará entre os muros da escola, pois este é só o começo. 
LEIA MAIS


Subir

Siga a gente no Instagram @MaeVaidosa