Nem toda tristeza é depressão! Meu alerta para você, mãe, que está se sentindo muito cansada.

8 de novembro de 2016






E agora que vocês já viram minha mensagem, fica aqui um pouquinho do meu Cardápio Feliz!


Cardápio Feliz J

Oi pessoal!! Como falei no vídeo, aqui está um pequeno “cardápio” com algumas sugestões de consumo para quem está buscando aumentar a produção de serotonina e endorfina no organismo!

Eu te dou um desconto se você se acabou ontem numa caixinha de chocolate, até porque o chocolate em DOSES MODERADAS estimula e endorfina, e ainda contém cafeína e teobromina que estimula o sistema nervoso central, e anandamina, que diminui a ansiedade. Se for meio amargo então, melhor ainda, pois possui uma dose maior de cacau! Minha dica é pra ingerir um chocolatinho lá pras 6hrs da tarde, para ajudar essa transição do dia para a noite ser mais suave.

Procure outros alimentos capazes de estimular os neurotransmissores, como os cereais integrais, as oleaginosas, os peixes, ovos, frutas e legumes.
A turma de alimentos que potencializam a reação de bem estar após as refeições, já que levam em sua composição, substâncias que aumentam a liberação da serotonina, hormônio neurotransmissor responsável pela sensação de prazer.

Banana: A fruta é um carboidrato rico no aminoácido triptofano ( cada 100g da banana contém em média 18mg de triptofano). Acontece que este aminoácido é uma substância precursora da serotonina. "Sem serotonina, o organismo fica suscetível a males como depressão, irritabilidade, insônia, ansiedade, mal humor e hiperfagia (aumento exagerado da fome.

Abacate: Esta fruta rica em ácido fólico, vitamina B3 ( niacinamida) e potássio. O abacate também tem mais proteína que qualquer outra fruta, cerca de 2 g para cada porção de 110 g. Possui, ainda, quantidades úteis de ferro, magnésio e vitaminas C, E e B6. A niacinamida ( Vitamina B3) tem ação específica sobre o sistema nervoso central, colaborando com a manutenção de hormônios que regulam as substâncias químicas do cérebro e garante efeito relaxante.

MEL: O alimento é um carboidrato fonte de triptofano, com ação calmante que induz a uma sensação de bem estar melhorando a função da serotonina no cérebro.

ÔMEGA 3: Os peixes de água fria (salmão, atum, cavalinha) são considerados excelentes fontes de ômega 3 , um ácido graxo com efeito protetor sobre os neurônios. A relação de consumo desse ácido graxo e a felicidade, está no aumento na produção dos receptores de neurotransmissores como: a serotonina, a dopamina e a noradrenalina que protegem o cérebro e o sistema nervoso central dos radicais livres, substâncias responsáveis pelo envelhecimento celular.

Canela: Rica em polifenóis e antioxidantes, esta especiaria melhora a atividade da insulina, ajuda a estabilizar os níveis de açúcar no sangue e reduz a compulsão por carboidratos e doces. Assim, colabora para evitar o sobrepeso e o acúmulo de gorduras na região abdominal e mantém a produção de serotonina em equilíbrio.

Pimenta: Não estou aqui dizendo pra você se acabar na pimenta e ferrar seu estômago, kkkkkkk Mas, se possível, uma vez por semana, coma algo com uma pimentinha! A pimenta já foi usada como alucinógeno e anestesia pelas sociedades antigas, pois ela passa a falsa mensagem pro cérebro de dor, e desta forma, para nos acalmar, o cérebro libera muiiiita serotonina e endorfina!!! Além de ser um termogênico natural!

Lentilha: É fonte de proteínas vegetais e cálcio além disso contribui significativamente para a regulação da flora intestinal.

Ovos: São ricos em tiamina e niacina (vitaminas do complexo B), ácido fólico e acetilcolina, nutrientes que contribuem para a produção de serotonina – além de serem excelentes fontes de proteína para a nossa dieta diária. Só evite consumir excessivamente a gema de Ovo, uma vez que contém grande quantidade de Gorduras que podem ser prejudiciais para a saúde do Coração se consumidas em excesso!

 Chá Verde :A bebida afasta os riscos do estresse oxidativo, que é a deficiência de substâncias antioxidantes no organismo, trazendo como consequências doenças como a obesidade e até depressão. O chá verde é rico em polifenóis, nutrientes antioxidantes que atacam os radicais livres das células cerebrais, mantendo a sua atividade neuro protetora, diminuindo a probabilidade de inflamação cerebral e favorecendo sensação de bem-estar.

Castanha do Pará, amêndoas, castanha de caju, nozes: Excelentes opções de lanches entre as principais refeições, também contribuem para o aumento da produção de serotonina e são excelentes fontes de gordura boa – aquela que a gente pode e deve consumir.

Brócolis: contém alto teor de triptofano, o precursor da serotonina, e também é rico em magnésio.
Iogurte: Entre as vantagens de consumi-lo, está o fato de poder fazer dele o lanchinho antes de dormir. Ele dá sensação de bem-estar e melhora a qualidade do sono", explica a nutricionista Laura Breves, do Rio de Janeiro.

Dica: Se fizer questão de um docinho de verdade em algum momento do dia, guarde para o fim da tarde. É que o açúcar compensa a queda normal de serotonina por volta das 17 horas.

Aliás, por isso às vezes temos a sensação de ficarmos mais deprimidas no fim da tarde quando a noite vem chegando, é que por volta desse horário nosso organismo começa a se preparar para dormir e os hormônios indutores do sono são liberados em mais quantidades!


Fique esperta e xô tristeza! A tristeza, a melancolia, saudade, são estados típicos de nós, seres humanos, sentir isso é mais que normal, só não podemos deixar nos abater e prejudicar nossa qualidade de vida! :) 

Beijos!!!


 Bruna Stamato

contato@brunastamato.com.br
Instagram: brunastamato.oficial
Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

0 comentários:

Postar um comentário

Eu fico muito feliz com o seu comentário.
Gentileza gera Gentileza.
Deixe o link do seu blog para que eu possa visita-la também.
Andréia Sales



Subir

Siga a gente no Instagram @MaeVaidosa