Aprenda a inserir Fotografias na Decoração

30 de agosto de 2016


Fotografias conseguem tirar o fôlego de qualquer um quando bem tiradas. E pensando nisso, a arquiteta Érica Salguero separou algumas dicas de ouro, para todos os amantes da arte. Além de guardarem boas lembranças de família, amigos, viagens e momentos importantes, decorar utilizando fotografias pode dar um charme todo especial aos ambientes da casa. Não importa se as fotos escolhidas são de própria autoria ou de artistas renomados, a escolha precisa ser feita levando em conta o significado e sensação que a imagem transmite, as combinações podem ser feitas a partir disso. “Um dos pontos positivos é que geralmente o valor para essa decoração não é muito alto. E as imagens podem ficar apoiadas ao chão, em prateleiras ou penduradas na parede”, explica Érica.


Fotografias podem decorar qualquer ambiente da casa, como salas, dormitórios, corredores, home theater, cozinha, exceto, ambientes com muita umidade como o banheiro, pois a arte pode ser danificada com o tempo.

As molduras indicadas são aquelas mais simples para não interferir na visualização da imagem. Molduras pretas, brancas, de madeira, acrílico e aço são curingas. “Caso não queira usar as imagens em molduras, é possível imprimir uma imagem em forma de adesivo, para destacar um determinado espaço”, ensina Érica.


A parte criativa está na escolha das imagens e cores. É possível misturar tons vibrantes com tons P&B, desde que a identidade siga o mesmo padrão, sem misturar demais estilos diferentes. É necessário que as imagens contem uma história e as escolhas não sejam feitas aleatoriamente.

Um truque para fotografias grandes demais para serem penduradas, é utilizá-las apoiadas no chão ou em algum aparador. Essa composição ajuda a dar um ar cool ao cômodo. “Se a imagem for alongada você pode fazer uma composição com três ou quatro quadros dispostos simetricamente. Criar uma composição assimétrica com quadros pequenos, médios e grandes é uma ótima alternativa, desde que não avance uma linha imaginária de restrição pré-definida. Assim evitando aquela aparência de quadro torto”, finaliza. 
Fonte: Arquiteta Erica Salguero
Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

0 comentários:

Postar um comentário

Eu fico muito feliz com o seu comentário.
Gentileza gera Gentileza.
Deixe o link do seu blog para que eu possa visita-la também.
Andréia Sales



Subir

Siga a gente no Instagram @MaeVaidosa