A história dos pais do SAMUEL

18 de agosto de 2015


Olá Amigas Vaidosas,

Estarei em férias na segunda quinzena de agosto e resolvi relembrar alguns posts antigos que foram publicados no comecinho do blog e que pouca gente viu. E pra começar vou contar a minha história de amor até a chegada do Samuel. Quem quiser acompanhar, reserve a pipoca e o Guaraná que lá vem história:

Filhos nunca estiveram nos meus planos.
Que frase forte pra se começar uma história, mas essa era a minha realidade.
Nasci em Belo Horizonte, sou filha única e muito independente.
Comecei desde cedo a lutar por minhas coisas sozinha, se quisesse algo, tinha que correr atras eu mesma pra conseguir.
Assim foi, consegui meu primeiro emprego, um namorado ( que virou marido, que não queria nem ouvir falar em filhos, até hj kkkkkkk que virou ex ... ). Veio a faculdade, mudanças de emprego. Enfim em 2000 me formei pela PUC-MG em Ciências Contábeis e me casei, depois de 9 anos de namoro com 24 anos. Felizmente (agora penso assim) não deu certo, me separei e as voltas que a vida dá, em 2003 vim parar em Porto Seguro na Bahia, para trabalhar, um paraíso onde vivo bem, com qualidade de vida.
Chegando aquia vida era ótima, muito trabalho, sem domingos e feriados, e horários, me divertia muito também, festas e mais festas, praia nos dias de folga, enfim, uma vida de baladas, grana e muita diversão. Sem falar no Carnaval que é um capítulo a parte rsrsrs

Mas vamos ao que interessa mesmo.

Depois de algumas desiluções amorosas encontrei na Bahia o grande amor da minha vida.
Acreditem, conheci ele no orkut. Ele me adicionou através de um amigo em comum.
Todos os dias trocávamos aquelas mensagens bobinhas. Até que ele tomou coragem e me adicionou no msn. Eu aceitei e todos os dias as 8 horas da manhã ele me dava bom dia e só rsrsrs. Achava que homem bobo. Só diz bom dia.
Um belo dia aconteceu que ele estava chateado e começamos a conversar e ele logo disparou que tinha namorada e estavam juntos a mais de 6 anos. Perdi o interesse na hora kkkkkkkkkk
Virei uma amiga virtual e conselheira, seu nome é Sandro, ele vinha com aquele papo furado que o namoro não tava bom, que eles brigavam muito, papo de homem, que ninguém acredita mais ... que ela queria casar e ele não ... e eu dando corda pra ele... ia provocando ... convidando pra almoçar, chamando pra um choppinho depois do trabalho e ele nada, só desconversando. Ele respeitava a namorada (incrível essa parte).
Depois de uns 3 meses nesse bate papo, um belo dia, numa segunda feira, ele me chama no msn e diz que ela tinha terminado o namoro que ele estava muito triste. Pensei golpe fatal pra mim, não acredito nisso. Passaram-se 2 dias e ele, do nada, disse que queria me conhecer e me convidou pra ir (acreditem se quiser) num campeonato Internacional de Junior de Futebol de campo no Estádio Municipal da cidade. Achei interessante e aceitei na hora ... já estava muito curiosa pra conhecer esse homem rsrs
Foi amor a primeira vista e não nos separamos mais.
Depois de 3 meses de namoro ele simplesmente me pediu em casamentooooooooo
Estávamos almoçando no mercado modelo em salvador, com uma vista maravilhosa, para a Ilha de Itaparica e eu desabei a chorar ...

Como assim ??? como tomar essa decisão tão rapidamente assim ??? E os medos ??? Pirei ... e se essa fosse minha última chance ???? Respirei fundo e soltei a pérola, ainda é muito cedo ... vamos continuar assim e depois a gente vê o que faz ... vi a cara de decepção dele.
Namoramos, a cada dia minha admiração por ele aumentava, nos dávamos super bem e em outubro resolvi ir morar com ele. E deu super certo ...
Um ano depois resolvemos nos casar em 2009 e ele logo me pediu um filho, disse que estava com 31 anos e eu com 34 e ele já estava velho e ainda não tinha feito um filho, imagina rsrsrs
E eu que nunca tinha pensado na idéia de gerar uma criança, me rendi e disse agora vou tomar coragem e ser mãe.
Ae pensei páro com o anti bb e no mês que vem, mágica ... estou grávida ... simples assim. Ae começou o sofrimento todo mês aguardávamos anciosos e nada. A monstra sempre vinha. Ele todo dia me cobrando e eu me sentindo pressionada.
Como o bb não vinha, resolvi sair do emprego, estava muito estressada achei que isso estava atrapalhando. Mesmo assim não engravidava. Fiz todos os exames, e sempre todos os resultados normais. Então disse, está nas mãos de Deus, quando ele achar melhor, meu filho abençoado virá.
Ae fiquei em casa, 4 meses sem trabalhar, fui ficando cada dia mais estressada, de não fazer nada, e o tão sonhado POSITIVO não vinha.

Resolvi procurar emprego, não aguentava mais aquela agonia, precisa trabalhar. E mandei vários curriculuns e com uma hora recebi uma ligação do meu patrão me convidando pra trabalhar. Como eu estava de viagem marcada pra Belo Horizonte, iria visitar a minha mãe no feriado de páscoa, marcamos uma entrevista pra abril quando eu voltasse de viagem.

Então cheguei de viagem no dia 10 de abril e comecei a trabalhar no dia 19. Nem lembrava mais do meu projeto BB a Bordo. E foi que no dia 30 cadê a monstra ???????
Meu Deus, juro que fiquei preocupada com emprego, e foi um misto de emoções, será ??? que estou grávida ??? ae não tive coragem de fazer o teste e continuei a trabalhar feliz da vida. Sandro todos os dias me pressionando pra saber se algo diferente tinha acontecido. E eu nada de coragem de fazer o teste.
Foi então que no dia 18 de maio tomei coragem e lá fui eu marcar uma consulta com a GO pra ver o que estava acontecendo, pois já tinha 18 dias de atraso.
Ae ela ligou o aparelho da Eco e logo vi essas Imagens e a Dra disse parabéns Mamãe.

Eu fui na consulta sozinha e cheguei em casa as 19 horas com o laudo da Eco nas mãos e meu marido já foi abrindo o portão e perguntou e ae, trouxe o pedido do exame de sangue pra fazer?


Eu desci do carro, entrei em casa séria e disse: Olha a foto do seu filho ae.
Pensa num homem que ficou branco kkkkkkkkkkk todo emocionado olhando o laudo.


Pra não ficar muito longo, vou fazer um novo post com o relato do parto.
Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

Um comentário:

  1. Andreia a vida é tão interessante, né? A minha história não tem muita diferença, mas nunca me casei antes de conhecer meu marido.
    O que achei interessante é que meu marido é baiano também (embora vc não seja baiana). Comentei com ele que havia conhecido pelo blog uma pessoa que mora em Porto Seguro e ele ficou entusiasmado porque tem verdaeira paixão pela terra dele. Tive a oportunidade de conhecer onde vc mora e simplesmente adorei. Quem sabe não podemos nos conhecer quando passarmos por aí. Até mais!

    ResponderExcluir

Eu fico muito feliz com o seu comentário.
Gentileza gera Gentileza.
Deixe o link do seu blog para que eu possa visita-la também.
Andréia Sales



Subir

Siga a gente no Instagram @MaeVaidosa