As pessoas se intrometem na criação dos seus filhos?

24 de abril de 2013

As pessoas se intrometem na criação dos seus filhos?



Quem já não passou por essa saia justa?
Todos querem dar palpites na nossa vida e na criação dos nossos filhos.

Não é raro vir um comentário de comparação com outras crianças.
Isso me deixa muito triste, mas eu tenho pulso firme pra dizer que eu Educo meu filho e sei o que é melhor pra realidade dele e da nossa família.

Todos, de parentes a pessoas que nós nunca vimos acham que sabem mais sobre a educação dos nossos filhos.
Claro que eu não nasci sabendo tudo uso experiências de outras mamães para definir o que dá certo ou não. Acho que as pessoas deveriam esperar ser consultadas sobre determinado assunto para se manifestarem.

Sem falar que muitas pessoas se incomodam com as crianças e não entendem que meu filho tem apenas 2 anos e 4 meses e é uma criança feliz, simpática e ativa que ter atenção, carinho e brincar e fazer bagunça. Nato da idade dele.

Eu procuro sempre corrigir meu filho quando ele faz algo errado, explico com paciência o porque das coisas.
Mas eu sinto que as pessoas em volta esperam uma reação mais enérgica da minha parte.
Será que elas não conhecem a Lei da Palmada? Eu não vou ser hipócrita em dizer que não dou palmadas nele, mas não é uma regra lá em casa, e em público jamais.

Outra coisa que tenho bastante receio é ir na casa das pessoas.
A minha casa é totalmente adaptada a ele e não tem coisas perigosas a mão dele para que ele possa se machucar. Mas na casa de outras pessoas é difícil esse controle.
Ele está na fase de descoberta e eu tento ensiná-lo sempre o que pode ou não pode. Mas confesso que é uma situação desgastante.
Então eu prefiro evitar locais onde eu sei que existem riscos.
Então segue algumas dicas por idade:

- De 0 a 2 anos: não deixe lápis e enfeites ao alcance do pequeno. Ofereça outras possibilidades de distração.
- De 2 a 3 anos: converse, explique como ele deve se comportar e proponha atividades adequadas para entretê-lo sem perturbar ninguém.
- De 4 a 6 anos: a criança já entende limites. Ultrapassá-los é um sinal de que quer chamar a atenção dos pais ou de outras pessoas. Entender seus motivos é um caminho.

E vocês gostaria de saber um pouco mais sobre as experiências e palpites que vocês escutam.
Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

20 comentários:

  1. Nós mães temos que viver com esse carma dos palpiteiros de plantão em nossa volta, mas faz parte.
    Quem sabe o que é melhor para os filhos é somente a mamãe deles.
    beijos
    #recantocomenta
    maede4princesas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Pior que é verdade, gente para dar palpite não falta, mas ajudar a pagar as contas ninguém , que não, quando falam do Alvaro eu faço de conta que não to nem ouvindo.
    #recantocomenta
    http://cantinhodoalvaro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Andrea!! minha batalha esta apenas começando e acredita que aos 4 meses de gestação já tem gente querendo opinar na minha vida. Eu não suporto isso e procuro não dar mais tanta liberdade para falatórios... mas é difícil viu

    Bjo Bjo

    ResponderExcluir
  4. Ei andrea! Sei como é difícil viu!
    Aqui em casa moro próximo a minha m~e ela quer sempre se intrometer, é dificil!
    Mas amo ela né kkkk
    Bjos
    Tatty
    #recantocomenta
    http://diariomaedeprimeiraviagemtatty.blogspot.com.br/2013/04/1-sorteio-tulipa-baby.html

    ResponderExcluir
  5. Nossa, gente que gosta de dar palpites na educação alheia é o que há...afff
    Já me entristeci e estressei muito, mas acho que o melhor é deixar entrar pelo ouvido e sair pelo outro.
    Criança tem que ser criança e pronto, e graças a Deus pela saúde deles para correr, pular e brincar!
    Gostei da dicas do final
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu não dou ouvido para criticas que não são construtivas. Escuto tudo e avalio o que eu devo usar e oq eu devo ignorar. TODO MUNDO se mete, não adianta, quem tem e quem não tem filhos...
    www.facebook.com/IdeiaDela
    #recantocomenta

    ResponderExcluir
  7. Muito boa essas suas dicas no final do post. Realmente é muito chato ter que aguentar os palpiteiros de plantão, tem que ter muita paciência pra não mandar todos à #@*&%#!
    Beijos!

    www.asosmamaenadia.com

    #recantocomenta

    ResponderExcluir
  8. Menina deteste palpiteiros. Acho que ninguém gosta rsrsrs. Principalmente quando se refere aos filhos.
    Bju

    ResponderExcluir
  9. O povo adora dar palpite mesmo!!!
    Acho que cada um cria o filho da maneira em que achar melhor né!


    Beijão!
    #recantocomenta

    http://yasmin-vitoria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. E como dão palpites! rsrs

    Acho que o segredo é filtrar só o que é bom. Cada um tem um jeito próprio de educar.

    As dicas de segurança são muito boas!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  11. Menina do céu, sempre tem umas tia que nunca viram a gente na vida e querem dar palpite né rs Comigo acontecia mais quando eles eram bebês. O jeito é respirar fundo, agradecer e sair direto pelo outro ouvido quando for besteira kkk
    beijo querida
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  12. principalmente as cunhadas, adoram dar cutucadas, facadas... e outros afins, as escondidas é claro..

    ResponderExcluir
  13. Cada uma sabe o melhor para o seu filho, como disse estão numa fase de buscar novas coisas, e tudo para ele são novidades, tem pessoas que entendem e outras não, não me importa educo do jeito que acho melhor... E como disse são crianças, também não gosto de ir na casa de ninguém, ele quer mexer, correr e nem todas podem entender... Amei o post. Bjs
    Vivi e Isaac
    #recantocomenta

    ResponderExcluir
  14. Nada como uma mãe para saber o que é melhor para os filhos né! adorei!

    http://corujinha360.blogspot.com.br

    #recantocomenta

    ResponderExcluir
  15. Olá eu passo uma dificuldades com meus pais por mora com eles se entrometem na criação de meu filho eu odeio uma, linda noite tudo de bom
    www.samukatraquina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. É preciso colocar limites nos palpites alheios com relação a criação dos filhos...principalmente com relação aos avós.

    www.leticiapsicologa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Eu ouço quem já tem experiência com crianças. Mas acho que tendo o bom senso tudo pode ser levado com tranquilidade.

    ResponderExcluir
  18. É VERDADE ,É UMA SITUAÇÃO MUITO CHATA ,EU TAMBÉM TENHO UMA AMIGA GOSTO MUITO DELA,MAIS ME AFASTEI MUITO DELA.ELA SEMPRE DIZ QUE GOSTA MUITO DE CRIANÇAS,MAIS ADORA QUERER EDUCAR MINHA FILHA,QUALQUER COISA QUE MINHA FILHA FAZ ELA COMPARA COM OUTRAS CRIANÇAS E SEMPRE FICA CRITICANDO,,EU TO DE SACO CHEIO,TO EVITANDO DE FICAR MUITO PERTO DELA,PORQUE UMA HORA EU VOU ESTOURAR.É UMA SAIA JUSTA ESSA SITUAÇÃO.EU EDUCO MINHA FILHA ELA SÓ TEM 2 ANINHOS ,TA NA FASE DE BRINCAR CHAMAR A ATENÇÃO,PULA FALA,E AS PESSOAS NÃO ENTENDEM..DA UM NOJO.QUERO VER QUANDO É COM OS FILHOS DELES..E MINHA AMIGA NEM FILHO TEM AINDA.MAIS UM AHORA EU VOU FALAR NUMA BOA,PORQUE NÃO TO GOSTANDO DISSO.

    ResponderExcluir
  19. Ai nem me fala tenho uma filha que acabou de completar dois anos, tenho uma cunhada que desde quando a conheci dizia que não gosta de criança e que não tem paciência etc.. quando fiquei gravida ela dizia cada absurdo que só por Deus... Mais meu marido tanto fez que chamou ela pra ser a Madrinha... acho que com isso ela acha que tem direito de se meter na educação da minha filha, sempre quer da palpite de como temos que fazer o que fazer etc... Minha filha ta com Dois anos e ainda não fala muita coisa, ai ela fica falando que temos que procurar um médico que isso não é normal, a pediatra dela disse que a Bia esta normal que não devemos nós preocupar, mas mesmo assim ela insiste..isso ta me irritando fora que outras coisas que uma hora vou chutar o pau da barraca e fala uma boas pra ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Janaina, fica tranquila, temos sempre que usar nosso instinto materno, pois sempre sabemos o que é melhor para os nossos filhos.

      Excluir

Eu fico muito feliz com o seu comentário.
Gentileza gera Gentileza.
Deixe o link do seu blog para que eu possa visita-la também.
Andréia Sales



Subir

Siga a gente no Instagram @MaeVaidosa