Mamãe pedindo socorro

29 de janeiro de 2012


Que fase estamos passando agora nos 13 meses.

É a fase das birras.
É a fase de não querer comer.
É a fase de não querer dormir.
Eu não entendo como essa criança é uma longe da mamãe.
As vezes me sinto tão culpada por não estar em tempo integral com ele.
Não estar perto em todos os momentos.
Mas pelo que pude perceber todas as fases passam.

Então vamos lá atras de como superar essas birras que pra mim é o pior.

1.º passo Primeiro é preciso tempo. A criança precisa do confronto com o adulto para conhecer os seus limites e saber lidar com a frustração de não ter tudo aquilo que quer. E estas duas aquisições (resultantes das birras e do modo como são geridas) vão ser muito importantes para o seu desenvolvimento pessoal.

2.º passo É preciso fazer uma selecção das birras. A criança deve poder ganhar pequenas batalhas, como, por exemplo, escolher o livro que os pais lhe vão ler antes de ir para a cama ou comer uma banana em vez de morangos. Os educadores podem aceitar esse tipo de recusas ao mesmo tempo que procuram estimular a criança a argumentar sobre as razões da discórdia. Em contrapartida, há que ser firme face a tudo o que a ponha em perigo (andar de carro sem cadeirinha, mexer na gaveta dos talheres), que a prejudique (deitar-se tarde, comer demasiados doces ou usar sandálias no Inverno), e que a faça sentir-se a dona dos pais e da casa (dar pontapés à mãe durante a birra, exigir brinquedos, etc.).

3.º passo Não entrar em grandes explicações morais sobre a razão por que a criança não pode fazer o que quer, nem apelar aos seus sentimentos. Recorrer à frases como "olha que a mãe fica triste? só enerva mais a criança e dá-lhe mais espaço para aumentar a birra. O sentimento de culpa (sem razão) não desarma a génese do capricho e prejudica a formação do amor-próprio.

4.º passo Não ceder a meio de uma birra. Se os pais concluem que não devem fazer a vontade, não devem desistir, mas nunca confundir rigidez com agressividade. Os educadores podem até concluir mais tarde que deviam ter cedido, mas têm a possibilidade de o fazer numa próxima ocasião. Alterar as regras a meio da birra provoca uma grande ambivalência e dificulta à criança a apreensão das regras e dos limites.

5.º passo É igualmente importante demonstrar à criança que pode chorar (até faz bem), queixar-se e procurar consolo no seu colo ou com a ajuda de algum objecto de conforto. É fundamental que os adultos ajudem as crianças a acalmar--se. Não usar o choro para as diminuir: "És um mariquinhas" ou "olha o bebé chorão" são comentários desnecessários, que humilham o seu filho. O que se pretende é que a criança vá deixando de fazer birras. Com tempo e persistência, obtêm-se resultados.

6.º passo Depois de os ânimos serenarem, a criança deve ser valorizada por ter conseguido acalmar-se sem o seu desejo ter sido satisfeito.

7.º passo Nas birras em contexto escolar é fundamental que pais e educadores estejam de acordo. Em caso algum devem entrar em desacordo em frente da criança, pois esta vai tirar partido destas diferenças. Em situações extremas, em que os pais tenham a sensação de que já não controlam a situação, não hesitar em procurar apoio profissional. 

Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

14 comentários:

  1. nossa.......ai ai ai ...olha o que me espera.....tudo bem que o Theo já esta bem teimoso.....kkkk bjus

    ResponderExcluir
  2. Rs rs toda mãe sofre pelas mesmas coisas, nas mesmas fases... Vc vai superar Déia... Tenho certeza! rs bjos

    ResponderExcluir
  3. MedOo, dessa face Renan já está bem teimoso mais mesmo assim acho que séra uma face complicada.
    bjs ♥

    ResponderExcluir
  4. Andréia fase é fase, tinha medo dessas, alias ainda tenho, mas acho que não existe uma receita pratica ou fórmula, sempre opto por colocar eles de frente comigo e conversar olhos nos olhos, mas confesso que não dá em alguns momentos, o que receito é que tenhamos muita mais muita paciência mesmo, dizem que vão assim até os 3 anos, só que depois vem outras fases, fico nesse "dilema" direto se estou sendo brava demais. Acho que todas a mães passam por isso, muitas deixam, outras tentam várias formas, mas a certa ainda não foi revelada. Então quando começam as terríveis birras, sempre dou um jeito de distrair,mas nem sempre se acalentam ou acalmam. Logo passam essas e virão outras. Não acho que seja o fato de você trabalhar fora, também trabalho, mas sei que nas horas que temos com eles tentamos aproveitar e dar carinho o máximo que pudermos. Boa sorte a nós. Bjs

    ResponderExcluir
  5. ai querida já passei por essa fase... Mas se acalme e siga em frente, até porque viram muitas outras fases, rs.

    Você vai superar!! Qualquer coisa estarei aqui, você sabe onde fica meu blog, rsrs.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Andréia a Laura só não perdeu o apetite, mas está bem birrenta... Mas eu não dou ibope para seus ataques... Viro as costas.. sem platéia não há espetáculo... Assim não me irrito.. Mas digo não e pronto.. Com o coração ferido, mas digo não. Melhor ela chorar agora que eu depois...

    Beijocas e boa sorte para nós...
    Carol

    ResponderExcluir
  7. Ótimas dicas e vindas em muito boa hora (as birras estão em "mode on" lá em casa !!!

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Adorei as suas dicas e tenho certeza que elas valem não só para essa idade como pra posteriores tbm, rs

    ResponderExcluir
  9. As dicas são ótimas e espero me lembrar delas quando a Luisa entrar nessa fase.
    Bjo
    Ich, hausfrau
    www.ich-hausfrau.com.br

    ResponderExcluir
  10. Muito importante este blog. Informações preciosas para as mamães!

    Se pretende ver algum texto de sua autoria, no nosso site: www.revistasaudehoje.com - Envie-nos um e-mail: brasil@revistasaudehoje.com

    Tudo de bom!

    Ganhe seguidores
    Preencha o seu link aqui neste formulário:
    https://docs.google.com/spreadsheet/viewform?hl=pt_BR&formkey=dGVrMHdqSEx6Rms2bmRfUllybUNibEE6MQ#gid=0

    ResponderExcluir
  11. Minha linda, estamos todas no mesmo barcoooo!!! kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  12. Ótimas dicas Andréia! A Bel esta começado agora com as birras e eu fico tão nervosa com isso, é horrível! Espero que passe logo

    ResponderExcluir

Eu fico muito feliz com o seu comentário.
Gentileza gera Gentileza.
Deixe o link do seu blog para que eu possa visita-la também.
Andréia Sales



Subir

Siga a gente no Instagram @MaeVaidosa