E agora Escolinha ou a Babá?

1 de novembro de 2011

Chega um momento em que nós mamães precisamos decidir algumas coisas em nossas vidas que implicam diretamente na vida de nossos filhos. E o dilema escola x babá x deixar de trabalhar é uma das principais dessas decisões. Eu acredito que todas essas opções têm vários prós e vários contras e também acredito que as mães que optaram por cada uma dessas vias pesaram bastante esses prós e contras. Afinal, nós somos mães e queremos o melhor para nossos filhos.
Estamos vivendo um grande dilema em casa.
Como tivemos que dispensar a babá do Samuel agora não sei o que é melhor pra ele.
Estou pesquisando muito sobre o tema e gostaria de saber a sua opinião. O que é melhor para o bebê ficar em casa com a Babá ou ficar na Escolinha em tempo integral?

No berçário

A lista de profissionais de um bom berçário tranqüiliza as mães. Só que, junto, vem outra lista: a dos vírus de mais crianças e mais adultos convivendo no mesmo lugar. Por isso a pediatra Gelsomina Colarusso Bosco avisa: "Mãe que decide colocar no berçário tem de ter cabeça de berçário". Ela precisa estar preparada, pois a criança tende a ficar mais doente, sim, das chamadas doenças das vias aéreas superiores, como otite e amidalite", explica. O que fazer? Ter acompanhamento pediátrico para tomar os cuidados necessários. E, o principal, orientar corretamente os profissionais do berçário e saber perguntar.

Com a babá

A resistência à opção babá pode estar relacionada a uma invasão de privacidade. Além disso, a babá tem muita importância, porque é alguém estranho que vai conviver com todos e ser responsável pelos cuidados com o maior bem da família: os filhos. Em muitos casos dá certo. Para a psicóloga Fernanda Roche, uma das maiores dificuldades dessa estranha relação é não compreender que babá é uma profissão e, como tantas outras, exige treinamento e vocação. E ela não substitui ninguém. Está lá para apoiar a família e seguir suas indicações. A psicóloga Lourdes Brunini acredita que o profissionalismo é a primeira regra mesmo. "Deve saber diferenciar manha de dor, saber se é febre, diarréia, vômito, se está engasgada." E estar disponível em vários sentidos. "Precisa ter paciência e gostar muito do que faz."

Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

6 comentários:

  1. Para ficar com baba mais vale escolinha ja que o melhor mesmo e ficar com os papas mas senao pode entao escolinha, assim interage, aprende, se torna mais dependente, etc... =D



    Beijinho *.*

    ResponderExcluir
  2. Olha, o bom e os dois rs...
    Pq meio periodo ele fica com os amigos e o outro com a baba, assim nenhum dos dois ficam cansativos..
    Mas sabemos que é carissimo...
    Não sei como te ajudar nessa!!!
    bjos e que vc decida o melhor...

    ResponderExcluir
  3. Andréia, eu já trabalhei em um berçário. Tem o lado positivo e o negativo. Positivo: Eles desenvolvem mais rápido, pela imitação, um amigo faz, logo eles querem fazer também... a tia do berçário está lá somente (dependendo da escolinha) para cuidar da higiene, alimentação e estimulação... muita estimulação. Lado negativo: é bem real... uma criança fica doente, todas ficam até o final do dia. Outra coisa é que por mais que gostem da escolinha, período integral, eles cansam com muita facilidade... no final do dia eles ficam muito tristinhos...agora, se meio período super recomendo, mas procure saber tudo sobre a escolinha e principalmente recomendações...vá na escola no horário que os pais deixam ou vão buscar seus filhos e pergunte.Pode ter certeza que vão ser sinceros. Bjs!!!

    ResponderExcluir
  4. Deia....
    por vários motivo, te aconselho escolinha!!

    Ele vai se divertir com outras crianças e tem profissionais qualificados p cuidar desse gostosao da tia

    ResponderExcluir
  5. Oii Deia,
    quanto tempo?
    guria, eu acho que tudo depende, mas eu não confio em qualquer pessoa para ficar com Antônio, tem que ser alguém com muita paciência, por isso, larguei meu trabalho, e fico com ele, e assim que chegar a hora com 2 ou 3 anos, ele vai para uma escolinha!
    Beijos querida

    ResponderExcluir
  6. Oi,Andreia! Lindo o cantinho do Sam e o próprio também é a coisa mais "gotosa" dessa vida!rsrsrs...
    Achei lindo ele e o papai conversando, essa interação é tudo de bom! Olha, quando os meus filhotes eram mais filhotes, entre babá e escolinha, eu escolhi a vovó (ela tinha disponibilidade e vontade de ficar com eles) e larguei, na época 1 dos meus empregos. Assim, eu e minha mãe, dividíamos o dia. Agora te digo, se eu não pudesse ter contado com o apoio da minha mãezinha, com certeza, eu teria escolhido uma boa creche/escolinha. Sem a menor sombra de dúvida! E, se chegasse mais um filhote agora, que não temos mais a vovó conosco, continuaria com a mesma opção. Deus te ilumine e te dê sabedoria para fazer as escolhas certas para Sam, o fofucho. rs Bjs Inquietos pra vcs!

    ResponderExcluir

Eu fico muito feliz com o seu comentário.
Gentileza gera Gentileza.
Deixe o link do seu blog para que eu possa visita-la também.
Andréia Sales



Subir

Siga a gente no Instagram @MaeVaidosa